Geral

Criança é espancada até a morte por padrasto

Da Redação ·





RIO DE JANEIRO, RJ, 25 de dezembro (Folhapress) - Uma criança de oito anos foi espancada até a morte na tarde de ontem no centro do Rio de Janeiro. Os suspeitos do crime, segundo a Polícia Civil, são o padrasto e a mãe da vítima.

Stephany Reis, 8, foi levada para o Hospital Souza Aguiar com parada cardíaca e lesões nas cabeça, maxilar, pescoço, tórax e pernas. Médicos tentaram, sem sucesso, reanimá-la. Em razão da gravidade dos ferimentos, policiais foram chamados para apurar o caso.

O padrasto José Carlos de Albuquerque foi preso sob suspeita de ser o autor das agressões. A mão Roseane Santos Reis também foi detida sob suspeita de saber do caso e nada fazer.

"[A mãe] Já havia sido chamado no Conselho Tutelar e na escola onde a criança estudava. Por diversas vezes ela apresentava hematomas generalizados pelo corpo, principalmente nas pernas e no pescoço", disse o delegado Pablo Rodrigues, da Divisão de Homicídios da Polícia Civil.

Albuquerque negou as agressões, segundo a polícia. Ele afirmou aos agentes que a criança se engasgou e ele tentou ajudá-la. Mas médicos legistas apontaram que a fissura no fígado sofrida por Stephany só pode ter sido causada por fortes socos ou chutes.

Albuquerque tem três passagens na polícia por agressão a outras três antigas companheiras.
 

continua após publicidade