Geral

EUA confirmam morte de comandante da Marinha

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 23 de dezembro (Folhapress) - Um comandante da Marinha dos EUA que pertencia à unidade Team 4 de operações especiais Seal, morreu no Afeganistão, informou hoje o Pentágono -a morte não foi provocada por fogo inimigo.

Job Price, 42, morreu por causa de um "ferimento vinculado a uma situação extra combate, enquanto oferecia suporte a operações de estabilização na província de Uruzgan", informou o Departamento de Defesa americano.

O Pentágono afirmou que está investigando o incidente. Segundo a emissora CNN, que citou um oficial ligado ao caso, a Marinha está investigando a morte do oficial como um aparente suicídio.

A fonte informou não haver indícios imediatos de que Price estivesse envolvido em qualquer investigação ou controvérsias militares. A CNN noticiou que militares encontraram o corpo de Price com um aparente ferimento a bala.

Price estava no Afeganistão para a operação "Liberdade Duradoura" e tinha sido convocado para participar dos trabalhos de estabilidade na província de Uruzgan.

O Team 4 é um dos oito comandos ligados à unidade Seal. Outra equipe deste mesmo grupo de elite, o Team 6, foi o responsável pela operação que matou Osama Bin Laden em maio de 2011 no Paquistão.
 

continua após publicidade