Geral

Europa pede cooperação de Sudão do Sul em investigação

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 22 de dezembro (Folhapress) - A chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, pediu hoje ao Sul do Sudão que "coopere plenamente" com a investigação sobre a derrubada de um helicóptero da ONU, que matou quatro pessoas ontem. Em comunicado, Ashton "lamenta o ataque a um helicóptero da ONU em uma missão de reconhecimento no estado de Jonglei, no Sudão do Sul, e a morte de quatro soldados da paz". Ela pede ao governo do Sudão do Sul para "cooperar plenamente com a investigação deste incidente muito sério" e expressa "as suas condolências à missão da ONU e às famílias das vítimas". Também hoje, o ministério das Relações Exteriores da Rússia pediu que o governo do Sudão do Sul puna aqueles que derrubaram o helicóptero -os quatro tripulantes mortos eram russos. "Pedimos ao Governo do Sudão do Sul que inicie uma investigação que puna os responsáveis e tome as medidas necessárias para assegurar que isso nunca mais aconteça." O Sudão do Sul admitiu ter derrubado o helicóptero da ONU e explicou que confundiu a aeronave com forças inimigas, de acordo com um porta-voz do Exército. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou o incidente com veemência. Ele disse que o helicóptero era claramente identificável e exigiu que os responsáveis sejam responsabilizados.  

continua após publicidade