Geral

Universidades estaduais terão cota para aluno da rede pública

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 20 de dezembro (Folhapress) - O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) lançou hoje programa para garantir reserva de vagas em universidades estaduais paulistas para estudantes de escolas públicas. O projeto ainda deverá ser aprovado pelos conselhos de cada universidade. O programa -que deve atingir o objetivo em três anos- quer garantir 50% das vagas de cada curso e turno das universidades e ainda reservar 35% das vagas para negros, pardos e indígenas. Caso seja aprovado, o Pimesp (Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista) passará a valer em 2016 e vai incluir universidades como USP (Universidade de São Paulo), Unicamp (Universidade do Estado de Campinas) e Unesp (Universidade Estadual Paulista). A primeira meta deverá ser cumprida em 2014, quando 35% dos estudantes universitários deverão ser concluintes do ensino público. No próximo ano, o índice será aumentado para 43%, e deve chegar a 50% em 2016. O curso do Pimesp vai selecionar os candidatos por meio do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) e terá duração de dois anos. Os estudantes que tiverem aproveitamento do 70% no término do primeiro ano terão direito à vaga em cursos da Fatec (Faculdade de Tecnologia do Estado). Quem completar o curso garante acesso à Fatec e às universidades estaduais.  

continua após publicidade