Geral

Daniel Inouye morre aos 88 anos

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 17 de dezembro (Folhapress) - O senador democrata Daniel Inouye, o membro que há mais tempo fazia parte da casa, morreu hoje, aos 88 anos, no Walter Reed National Military Medical Center, na região metropolitana da capital norte-americana. Ele estava internado desde o começo do mês. Segundo nota de seu escritório, Inouye morreu em decorrência de complicações respiratórias. O comunicado diz que sua última palavra foi "Aloha". Representante do Havaí, Inouye servia ao Senado desde 1962 -três anos após o Havaí ter se tornado um Estado- durante nove mandatos consecutivos. Ele atuou como "pro tempore" do Senado -designação para o senador mais antigo- e era o terceiro na linha de sucessão da Presidência. Inouye serviu como presidente do Comitê do Senado sobre Dotações, do Comitê de Comércio do Senado e foi o primeiro presidente do Comitê de Inteligência do Senado. Além da atuação política, Inouye serviu ao exército dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, tendo se alistado pouco depois do ataque japonês a Pearl Harbor. Ele foi condecorado por seus serviços em batalha, que lhe custaram o braço direito durante um combate na Itália, em abril de 1945.  

continua após publicidade