Geral

Bento 16 pede novo modelo ecônomico, com "regulação ética"

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 14 de dezembro (Folhapress) - Em mensagem de Ano-Novo, o papa Bento 16 voltou a pedir um novo modelo econômico com regulação ética para os mercados, afirmando que a crise financeira é prova de que o capitalismo não protege os membros mais fracos da sociedade. O recado foi dado -com antecedência- por ocasião do Dia Mundial da Paz, celebração anual da igreja católica marcada em 1º de janeiro. A nota foi enviada a chefes de Estado, governos e organizações mundiais, como a ONU. Bento 16 voltou, também, a reafirmar a posição da igreja contra o casamento gay, afirmando que a união heterossexual tem um papel indispensável na sociedade.  

continua após publicidade