Geral

SP tem o menor índice de morte entre adolescentes, aponta Unicef

Da Redação ·





RIO DE JANEIRO, RJ, 13 de dezembro (Folhapress) - São Paulo é o Estado com a menor taxa de IHA (Índice de Homicídios na Adolescência) no país. Segundo estudo divulgado hoje, elaborado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos, o Laboratório de Análise da Violência (UERJ), o Unicef e o Observatório de Favelas, o Estado tem o índice de 0,94.

O trabalho levou em consideração dados de 2010. Alagoas é o Estado com o maior IHA, com 9,07. A Bahia ficou em segundo lugar, com 7,86. O Espírito Santo está em terceiro, com 6,54. O Rio de Janeiro ficou em 12º no ranking, com 3,32.

"Esses números dão força ao discurso dos governantes, que dizem que estão investindo melhor nesta área. Mas também dá força para alguns pesquisadores. Eles afirmam que o baixo índice de mortes revelam que o PCC tem o monopólio territorial no Estado e evitava os confronto com a polícia até então", afirmou o sociólogo Ignácio Cano, um dos responsáveis pela pesquisa.

Ele acredita que o IHA de São Paulo deverá crescer na próxima edição do trabalho, que vai incluir os dados de 2011 e deste ano.

Os novos números do IHA revelam que, para cada mil pessoas de 12 anos, 2,98 serão assassinadas antes de completar a adolescência no país. O índice aumentou 14% em relação a 2009, quando foi de 2,61.
 

continua após publicidade