Geral

Keira Knightley diz que jamais atuaria em "Cinquenta Tons de Cinza"

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 13 de dezembro (Folhapress) - A atriz britânica Keira Knightley diz que nunca viveria a protagonista Anastasia Steele na versão cinematográfica de "Cinquenta Tons de Cinza", best-seller de E.L. James que já vendeu milhões de cópias pelo mundo e que será adaptado para o cinema.

"Não li o livro, mas pelo que ouvi das minhas amigas que leram, a resposta é, definitivamente, não", disse a atriz recentemente.

Keira Knightley acrescentou que já teve sua dose de sado-masoquismo, referindo-se ao filme "Um Método Perigoso", de David Cronenberg, lançado no ano passado.

O filme evoca as experiências fundadoras da psicanálise, com Sigmund Freud e Carl Jung como personagens principais. Nele, Keira Knightley interpreta o papel de Sabina Spielrein, uma mulher internada num hospital psiquiátrico com diagnóstico de psicose histérica.

Numa das cenas, a personagem é espancada pelo amante, Carl Jung, interpretado por Michael Fassbender.

"Esse filme teve um pouco de tudo, e não sinto que precise voltar aos sentimentos que experimentei ao interpretá-lo", concluiu a atriz.
 

continua após publicidade