Geral

Com filas, consulado segura passaportes em São Paulo

Da Redação ·



Por Leandro Machado



SÃO PAULO, SP, 10 de dezembro (Folhapress) - Cerca de 40 pessoas não conseguiram retirar seus passaportes hoje no Consulado dos EUA localizado em Pinheiros, zona oeste de São Paulo.

Segundo relatos ouvidos pela reportagem, durante a manhã os funcionários do Consulado pediram para que as pessoas retornassem à tarde.

"Pediram pra eu voltar às 17h e ainda estou esperando", disse o jornalista Mauro Arbex, que, por volta das 18h40, ainda não tinha conseguido retirar seu passaporte.

O professor Leonardo Braga, 28, que tem viagem marcada para Nova York depois e amanhã, passou pela mesma situação. "Não sei o que fazer".

Segundo os relatos, os funcionários do Consulado dizem que os documentos foram enviados à DHL, empresa terceirizada que fazia o serviço até a Justiça Federal determinar a suspensão das entregas, em 25 de outubro.

"Nós ligamos na DHL e eles dizem que não podem fazer nada, porque não temos nenhum número de protocolo", conta Leonardo Braga.

A bancária Eliana Rodrigues, 48, que embarca domingo com o marido e três filhos para Miami, conta que conseguiu resgatar dois dos três passaportes da família. "O jeito é ir apenas uma parte", brincou.

Procurado pela reportagem, o Consulado não respondeu.

Serviço suspenso

Após os Correios conseguirem, no final de outubro, que a Justiça impedisse a DHL de continuar com a entrega de passaportes, o Consulado dos EUA ainda não faz o envio em domicílio dos documentos.

A DHL foi contratada pela CSC, responsável pelos centros de solicitação do visto, até os Correios denunciá-la pela quebra do monopólio postal que a estatal possui. Com a suspensão de envio dos passaportes, eles se acumularam e o consulado parou de agendar horários de retirada dos documentos.

A alternativa, agora, é ir ao centro de atendimento do consulado no Alto de Pinheiros, dar o nome e esperar até os funcionários encontrarem o documento.
 

continua após publicidade