Geral

PM mata dois homens no Complexo do Alemão

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 7 de dezembro (Folhapress) - Dois suspeitos foram mortos na noite de hoje durante um confronto com PMs da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Nova Brasília, no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), PMs foram até a localidade conhecida como Areal checar uma denúncia de que homens armados mantinham uma família refém dentro de uma casa. Ao chegarem ao local, oito policiais que foram atender a ocorrência se depararam com cinco criminosos e houve troca de tiros. Dois suspeitos foram baleados e levados para a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) do Alemão, mas não resistiram aos ferimentos. Com eles, foram apreendidas duas pistolas. Os outros três bandidos fugiram. A denúncia de reféns não foi confirmada pela polícia. Com as duas mortes, chega a três o número de pessoas que morreram em confrontos no Alemão só esta semana. Na madrugada de ontem, o cabo PM Fábio Barbosa da Silva, de 38, lotado em uma das UPPs do complexo, morreu no Hospital Central da corporação. Ele fora baleado na cabeça na noite da última terça-feira por criminosos quando fazia um patrulhamento de rotina também na localidade do Areal. Segundo relatos de PMs, traficantes fazem ameaças frequentes aos policiais. De acordo com eles, moradores foram instruídos a avisar a polícia que a UPP Nova Brasília será atacada às vésperas do Natal e do Réveillon. Uma fonte da polícia disse que traficantes voltaram a usar armas pesadas nas favelas do complexo e que o antigo chefe do Alemão, Luciano Martiniano da Silva, o Pezão, teria retornado à comunidade.  

continua após publicidade