Geral

Laércio de Morais retorna à Câmara fazendo denúncias

Da Redação ·
Laércio de Morais: “Sou um cidadão ficha limpa, pronto para exercer plenamente o mandato”
fonte: Divulgação
Laércio de Morais: “Sou um cidadão ficha limpa, pronto para exercer plenamente o mandato”

Com a vaga aberta pela renúncia de Alcides Ramos (DEM), foi empossado na noite desta segunda-feira (03) Laércio de Morais, que é do PP e disputou a eleição pela coligação PP/PDT e DEM. Morais, que já foi vereador e presidente da Câmara, chegou fazendo pronunciamentos contundentes.

Para ele, a onda de combate a irregularidades que atinge a Câmara precisa se estender também sobre outros setores da administração pública. “Quero denunciar aqui um fato grave, que deve ser apurado pelo Ministério Público: estão retirando muitos documentos da Prefeitura de Apucarana na madrugada, na calada da noite”, afirmou Laércio.

Ele acredita que os documentos sejam ligados à parte fiscal e financeira da Prefeitura. “Talvez essa movimentação estranha explique a demora no fornecimento de algumas informações solicitadas pela equipe de transição do prefeito eleito Beto Preto”, acrescentou o vereador.

Laércio também disse que dedicará o curto espaço de tempo que vai constituir o seu mandato para a cobrança. “Eu quero saber, por exemplo, como terminou a denúncia que eu apresentei em 1999, que diz respeito ao desvio de recursos para as telhas do Rodoviária, durante a gestão do ex-prefeito Valter Pegorer. Ficou provado que uma empresa de Cascavel usou notas calçadas para justificar as despesas, mas ninguém sabe onde foi parar esse inquérito”, afirmou Laércio, afirmando que o valor desviado à época seria da ordem de R$ 16 mil. Para Laércio, o caso precisa ser reaberto.

Laércio entregou sua declaração de bens e os documentos pessoais à mesa logo após ser empossado. “Não tenho Serasa, não tenho condenação, sou um cidadão ficha limpa, pronto para exercer plenamente o mandato”, finalizou.

continua após publicidade