Geral

Datena negocia a libertação de reféns

Da Redação ·
Datena negocia a libertação de reféns
fonte: Arquivo
Datena negocia a libertação de reféns

SÃO PAULO, SP, 28 de novembro (Folhapress) - O apresentador do programa "Brasil Urgente", José Luiz Datena, da TV Bandeirantes, negociou hoje com um homem a liberação de dois reféns --segundo ele, a pedido da Polícia Militar.

O homem se entregou após manter mãe e irmã reféns, com uma faca, após desentendimento. Ninguém se feriu.

A Secretaria da Segurança Pública não comentou. A PM disse que "apurará em quais circunstâncias se deram os fatos". "Ressalte-se que para a Policia Militar o mais importante é preservar vidas."

Datena foi convidado quando transmitia ao vivo a operação policial em Diadema. A transmissão, egundo ele, também era feita a pedido da PM.

Ao vivo, um policial, que não aparece no vídeo, pergunta ao sequestrador se ele se entregaria caso pudesse falar com Datena. Um número de telefone é passado por ele aos policiais, que o repassam à produção do programa.

Datena ainda faz uma ponderação. "Depende de a polícia achar conveniente. Só estou colocando a imagem. Só estou concordando em falar porque a polícia pediu."

O sequestrador, chamado Joel, afirmou ser fã de Datena, que disse ao telefone: "Joel é o nome do meu filho". A conversa durou 20 minutos.

Em 2008, a apresentadora de TV Sônia Abrão foi criticada por falar ao vivo com Lindemberg Alves enquanto ele fazia refém a ex-namorada Eloá Pimentel. Para a polícia, a intervenção ajudou no desfecho trágico. Eloá foi morta.

Para o major da reserva e deputado estadual Olímpio Gomes (PDT), especialista em gerenciar crises e que atuou em várias intervenções semelhantes, disse que, se a PM pediu ajuda, a decisão foi equivocada. "Em nenhum lugar do mundo, se coloca na cena de negociação uma pessoa não especializada."

Gomes, que viu a negociação pela TV, disse que, apesar de Datena ser "excelente" comunicador, a ação foi "pessimamente" conduzida.

Às 18h29, quando o sequestrador se entregou, o programa teve o seu pico no Ibope --nove pontos, segundo dados prévios. Cada ponto equivale a 60 mil residências na Grande São Paulo.

Após o desfecho, "abalado emocionalmente", Datena saiu do ar e deu lugar a Marcio Campos. "O sequestrador pediu para falar com o Datena e o coronel Zychan, que estava à frente das negociações, achou prudente entrar em contato com a Band", disse a assessoria da emissora.
 

continua após publicidade