Geral

Grandes Rios solta 40 mil peixes no Ivaí

Da Redação ·
Comunidade de Grandes Rios fez a soltura de aproximadamente 40 mil alevinos juvenis nas águas do Rio Ivaí
fonte: Divulgação
Comunidade de Grandes Rios fez a soltura de aproximadamente 40 mil alevinos juvenis nas águas do Rio Ivaí

A comunidade de Grandes Rios fez a soltura, nos últimos dias, de aproximadamente 40 mil alevinos juvenis nas águas do Rio Ivaí, através do Programa de Desenvolvimento da Pesca e Aqüicultura, do governo do Estado. Os peixes, todos eles da espécie pacu, foram lançados na região da Balsa do Marolo, divisa de Grandes Rios com Jardim Alegre.

continua após publicidade

O trabalho foi executado numa parceria envolvendo a Prefeitura de Grandes Rios, Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), Emater-Pr, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Universidades Estaduais de Londrina e Maringá, Faculdades de Bandeirantes, Ibama e Fundação Terra, com apoio da Prefeitura, Câmara de Vereadores e das Polícias Florestal e Militar. Participaram os prefeitos Sílvio Dainês Filho (DEM), de Grandes Rios, e padre José Martins (PTB), de Jardim Alegre, o gerente regional do IAP em Ivaiporã, Maurício Frederico, o chefe do núcleo regional da Seab de Ivaiporã, Antônio Sgobero, o técnico do escritório local da Emater, Roque Pires da Fonseca, e o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Laércio do Carmo da Costa, além de outras lideranças comunitárias.

Segundo Laércio da Costa, o objetivo do projeto, que vem sendo desenvolvido em Grandes Rios em conjunto com os organismos estaduais, é colaborar para o repovoamento do Rio Ivaí, que hoje já não tem tantos peixes como antigamente. Ele defende a necessidade de os pescadores, sejam eles profissionais ou amadores, obedecerem às leis que regem a atividade pesqueira no Estado, de modo que futuramente o Ivaí possa estar recuperado em termos de grande quantidade de peixes.

continua após publicidade

Depois do Ivaí, agora está sendo iniciada uma campanha em Grandes Rios para soltura de alevinos nos rios Alonso e Rio Branco. A proposta, no entanto, é que voluntários da cidade doem pelo menos R$ 30 para compra dos peixes. Desta forma, os moradores de Grandes Rios estariam demonstrando seu amor pela natureza e, em especial, pelos mananciais que cortam o município.

Alevinos são nativos do Vale do Ivaí

Conforme o chefe regional da Seab de Ivaiporã, Antônio Sgobero, o repovoamento dos rios no Vale do Ivaí é feito com espécies nativas que, além de trazer retorno econômico ao pescador profissional, irá promover a pesca esportiva, recuperando os estoques com peixes forrageiros. “Além disso, esse programa promove o crescimento das espécies carnívoras que estavam praticamente extintas, como foi o caso do dourado no Rio Ivaí”, assinala. O programa também visa promover a recuperação do equilíbrio ambiental, através da preservação e recuperação das matas ciliares. Até o momento na região do núcleo foram soltos mais de 2,3 milhões de alevinos juvenis das espécies pacu, piapara e corimbatá. A maior parte destes alevinos foi produzida pela Colônia de Pescadores do Porto Ubá, onde o Estado, através da Seab, construiu quatro tanques. “Os pescadores profissionais desta Colônia produzem os alevinos com orientação da Emater e o Estado os adquire quando estão na fase juvenil”, relata.