Geral

Obama lidera pesquisa; Romney amplia maratona

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 5 de novembro (Folhapress) - O democrata Barack Obama e o republicano Mitt Romney se empenharam hoje em uma verdadeira maratona de campanha pela vaga na Casa Branca, enquanto uma nova pesquisa reforçou o quadro de empate técnico, mas com uma ligeira vantagem para o candidato à reeleição. O comitê de campanha do republicano confirmou hoje que o candidato vai estender sua maratona eleitoral para o dia das eleições, passando por dois Estados (Ohio e Pensilvânia), enquanto a campanha do democrata previa encerrar hoje a agenda de eventos. E no mais recente levantamento eleitoral, o presidente estava dois pontos percentuais à frente do rival na preferência do eleitor, conforme pesquisa Reuters/Ipsos divulgada hoje, véspera das eleições. Entre os 4.725 eleitores ouvidos em nível nacional, 48% declararam seu voto para o democrata, enquanto 46% apoiaram o adversário republicano. A pesquisa tem margem de erro de 3,4 pontos percentuais. Em Madison (Wisconsin), Obama insistiu hoje no espírito de união nacional para pedir aos eleitores mais quatro anos. "Caímos e nos levantamos como uma só nação e uma só pessoa", disse ele, antes fazer uma referência à tragédia provocada pela tempestade Sandy. "Não importa o quão terrível essa tempestade tenha sido, nos recuperamos juntos, porque estamos nisso juntos", acrescentou, acompanhado do cantor Bruce Springsteen, que precedeu sua apresentação. Springsteen é um dos vários artistas que declararam seu apoio ao democrata, e deveria acompanhar o presidente em seus comícios em Columbus (Ohio) e Des Moines (Iowa). Eleitores de Romney usaram de ironia para rebater os pedidos do democrata por um segundo mandato. Enquanto o republicano discursava em Orlando (Flórida), seus simpatizantes gritavam em coro: "Um dia a mais! Um dia a mais". A frase é uma referência a um dos slogans de campanha de Obama, que pede "quatro anos mais". Romney, tecnicamente empatado com o adversário em todas as pesquisas, reforçou o apelo para que os eleitores compareçam às urnas. "Precisamos de cada voto na Flórida. Pedimos a todos que nos sigam até a vitória na noite de terça", discursou ele, em sua primeira parada na agenda de hoje. Depois da Flórida, o republicano tinha passagens previstas por Virgínia e New Hampshire. A passagem por Ohio foi remarcada para amanhã, quando o candidato também deve passar pela Pensilvânia. Já Obama deveria participar de uma dezena de eventos de campanha em Ohio, Wisconsin e Iowa. Essas regiões estão entre os mais importantes para uma vitória amanhã. Muitos deles não têm uma predominância eleitoral clara de voto republicano ou democrata, sendo apelidados por essa característica de "Estados-pêndulo". E ganharam ainda mais importância nesta que é uma das eleições mais disputadas da história recente dos EUA.  

continua após publicidade