Geral

Ex-prefeito de Nova York diz que Obama deveria renunciar à Presidência

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 3 de novembro (Folhapress) - O ex-prefeito de Nova York, o republicano Rudolph Giuliani, pediu ao atual presidente democrata, Barack Obama, que renuncie ao cargo. Ele fazia um discurso a favor da campanha do seu colega de partido, Mitt Romney, em Ohio, na noite de ontem. Giuliani era o prefeito de Nova York na época dos ataques de 11 de setembro de 2001. De acordo com ele, o governo de Obama deveria ter "vergonha e não orgulho" de apresentar os dados do desemprego divulgados ontem. O relatório do Departamento do Trabalho mostrou que a taxa foi de 7,9% no país em outubro. No entanto, o relatório também diz que foram criados 171 mil no último mês, informação ignorada por Giuliani. "Ele tem que renunciar. Ele nos prometeu que renunciaria se ele fizesse um mau governo", disse Giuliani. Em uma entrevista de 2009, Obama prometeu que mudaria os rumos da economia do país em três anos. Caso contrário, ele deixaria o cargo. "Ele mentiu. Ele é um desastre. É o pior presidente para nossa economia em muitos anos. Ele não quer um segundo mandato. Ele quer uma segunda chance, porque estragou tudo na primeira." Giuliani foi ainda mais aplaudido quando fez referência aos ataques ao consulado americano em Benghazi, na Líbia. Quatro diplomatas foram mortos no dia 11 de setembro deste ano, incluindo o embaixador Christopher Stevens. Para o ex-prefeito de Nova York, se o republicano John McCain tivesse vencido as eleições de 2008, os ataques teriam sido evitados. "Se tivéssemos um presidente atento, não estaríamos investigando o que aconteceu na Líbia", disse. "O que aconteceu lá foi, no mínimo, uma incompetência." Ohio é considerado um Estado essencial na disputa presidencial americana. O ex-prefeito fez questão de ressaltar o poder de voto dos locais. "Sabe quem pode entrar no caminho de Obama? Sabe quem pode pará-lo? São vocês." Na quinta-feira, o atual prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, que não é afiliado a nenhum partido, disse que apoiaria Obama, por conta de seu envolvimento na causa ambiental.  

continua após publicidade