Geral

Prisão-RJ - (Atualizada)

Da Redação ·

Mãe entrega filho que participou de morte de desembargador em Niterói RIO DE JANEIRO, RJ, 31 de outubro (Folhapress) - Um dos suspeitos de participar do assassinato do desembargador aposentado Gilberto Fernandes na semana passada em Niterói, Jeferson Siqueira Barcelos, 19, foi preso ontem depois de ser reconhecido como um dos participantes do crime por sua mãe. Ela denunciou o filho após ver, na delegacia, imagens de câmeras de segurança dos prédios próximos dos local do crime. A mãe de Barcelos não teve o nome revelado pela polícia. De acordo com o delegado Mário Luis da Silva, titular da 77ª DP, Barcelos confessou sua participação e apontou Rodrigo Moraes Pereira, o Bebelo, como responsável pelos tiros que mataram o desembargador. "Apesar da dor dessa mãe, ela se colocou acima disso e colaborou como cidadã", disse o delegado. Na semana passada, o desembargador aposentado de 78 anos morreu após ser atingido por dois tiros em Niterói, região metropolitana do Rio. Primeiro desembargador negro do Tribunal de Justiça do Estado, Fernandes tinha ido buscar na escola seus netos, de 12 e 15 anos, quando foi rendido por dois homens armados. Na delegacia, Barcelos disse que participou da ação para conseguir "dinheiro fácil". Segundo o delegado, há indícios de que o rapaz tenha participado de outros crimes dessa natureza nos últimos 15 dias.  

continua após publicidade