Geral

Carros com menos de 3 ocupantes não entrarão em Manhattan amanhã

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 31 de outubro (Folhapress) - O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, anunciou que, amanhã, automóveis com menos de três ocupantes serão proibidos de entrar na ilha de Manhattan. A medida é uma tentativa de evitar os grandes congestionamentos registrados na cidade hoje, primeiro dia de tráfego normalizado desde a passagem da tempestade Sandy pela região. Essa restrição é similar à imposta aos moradores na época dos atentados de 11 de setembro de 2001 e será válida das 6h à 0h de amanhã. Entre domingo e ontem, os nova-iorquinos foram aconselhados a evitar sair de casa, primeiro para se proteger, depois para facilitar o acesso de equipes de resgate às áreas mais inundadas e danificadas da cidade. HOje, eles puderam sair, mas o imenso sistema de metrô, que atende mais de 10 milhões de pessoas por dia, permanece totalmente fechado, por conta das inundações sofridas. Os ônibus foram tirados de circulação no domingo e só reapareceram, em volume reduzido, ontem à noite. De acordo com o prefeito, a proibição será imposta em todas as pontes, com exceção da George Washington. Neste período, uma linha de ônibus especial ligará Manhattan ao bairro do Brooklyn. O sul da ilha continua com problemas de abastecimento de energia elétrica e de telefonia e internet. Segundo a polícia, quase 200 torres de luz serão instaladas pelas ruas, para tentar minimizar o desconforto. O número de agentes nas ruas foi multiplicado, para evitar saques. Bloomberg disse que qualquer carro que tentar chegar a Manhattan com menos de três pessoas a bordo será parado, mas que não haverá multa. Segundo ele, a pior punição será a da vergonha. "Todo mundo que passar estará buzinando pra você, imagino", disse, conforme reportagem do site do jornal "New York Times". O acesso aéreo à cidade também está prejudicado. Os aeroportos John F. Kennedy e Newark, que recebem voos do Brasil, foram reabertos com operação reduzida. No entanto, o La Guardia, que opera voos domésticos, ainda está interditado após uma enchente. Cerca de 19 mil voos foram cancelados desde domingo. O Estado de Nova York é um dos mais atingidos pelo Sandy, ao lado de Nova Jersey e de Connecticut. Também foram afetados os Estados de Maine, Vermont, Rhode Island, Massachusetts, Delaware, Pensilvânia, Ohio, Tennessee, Virgínia Ocidental, Maryland, Virgínia, Carolina do Norte, Kentucky e Illinois.  

continua após publicidade