Geral

Polícia procura autor de tentativa de explosão de casa de PM

Da Redação ·





Por Marina Gama

SÃO PAULO, SP, 30 de outubro (Folhapress) - A Polícia Civil vai investigar a tentativa de explosão de uma bomba na casa de um policial militar na zona leste de São Paulo. O Gate (Grupo de Ações Táticas especiais), da PM, foi acionado na tarde de hoje após receber uma denúncia de que haveria um artefato dentro na residência, em São Miguel Paulista.

O explosivo estava no portão da casa onde moram a irmã e mãe de um delegado da Polícia Civil. Na casa ao lado, vive um policial militar com a sua família.

Homens do Gate retiraram o artefato do portão e o levaram para um campo de futebol da vizinhança, onde foi detonado. O delegado Bruno de Oliveira, que investiga o caso, informou que vai pedir uma perícia para o local, mas o esquadrão antibomba confirmou à Polícia Civil que se tratava de uma banana de dinamite.

Oliveira não descarta a hipótese de os criminosos terem confundido as casas e o alvo da ação ser o policial militar. Um dos elementos que ele aponta para isso é o fato de que na garagem de em ambas as residência haver carros com as mesmas características.

"Pode ter havido um engano entre as casas. Eu acredito que a intenção dos criminosos era instalar o explosivo na casa do policial militar. Até porque o delegado não vive naquela casa há muitos anos e pouco vai lá. E o policial militar mora ao lado, entra e sai, diariamente", disse o delgado.

Até as 17h ninguém foi preso. O caso será registrado no 22º DP (São Miguel Paulista).

Tentativa de assassinato

Policiais militares apreenderam um adolescente e prenderam quatro suspeitos de tentar matar um militar da Rocam (ronda com motocicletas), na região do Grajaú, zona sul de São Paulo, na noite de ontem.

O soldado estacionava o carro em frente de casa quando desconfiou de suspeitos em dois carros. Segundo a polícia, um dos homens armado desceu do carro e foi na direção do PM, que deu marcha ré e fugiu.

Após 20 minutos de buscas na região, policiais da Rocam prenderam quatro suspeitos e apreenderam um adolescente de 16 anos na avenida Atlântica, na região de Interlagos. Com eles foram apreendidos três revólveres, uma pistola 380 e uma espingarda calibre 12.
 

continua após publicidade