Geral

Adolescente é morto por PM após pneu de carro estourar

Da Redação ·





Por Marco Antônio Martins

RIO DE JANEIRO, RJ, 29 de outubro (Folhapress) - O jovem Rafael Fernandes da Silva, 16, foi morto pela Polícia Militar, no início da noite de ontem no bairro de Cordovil, zona norte do Rio. O rapaz pegou escondido o carro da mãe, um Fiat Idea, para um passeio com os irmãos e amigos.

Ao passar por um buraco, o pneu estourou e um policial militar atirou de fuzil contra o veículo. A versão apresentada à polícia e aos parentes do jovem era de que o barulho do estouro do pneu parecia ser de disparos de arma de fogo.

O sargento Márcio Perez de Oliveira, 36, foi autuado por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Ele teria confessado à Polícia Civil ter feito os disparos.

Em nota, o comandante-geral da Polícia Militar do Rio, o coronel Erir Ribeiro Costa Filho, lamentou a morte do jovem. Segundo ele, os "policiais só devem atirar quando há segurança, já que a principal missão da corporação é a preservação da vida", informou.

Rafael Fernandes da Silva será sepultado esta tarde no cemitério de Irajá, zona norte da cidade.
 

continua após publicidade