Geral

PM invade sala de aula e intimida alunos na zona sul

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 26 de outubro (Folhapress) - Um policial militar invadiu uma sala de aula e intimidou alunos da 8ª série do ensino fundamental de uma escola municipal de São Paulo. O caso ocorreu na última quarta-feira no CEU Parque Bristol, na zona sul da capital. O policial teria entrado no local após os alunos o terem chamado de "coxinha". Popularmente, os PMs são vistos como comedores de salgados em bares e lanchonetes. Por isso, ganharam o apelido de "coxinha". Relatos publicados em uma rede social dizem que o policial chamou os alunos de marginais e chegou a apontar e engatilhar a arma para o grupo. Um dos jovens publicou uma foto do PM na sala de aula tirada com um celular. Na foto é possível ver o policial, ao lado de uma professora, com o dedo em riste apontando para uma pessoa ou grupo que não aparece na foto. A Folha de S.Paulo tentou falar com o responsável pela imagem, mas até a publicação da reportagem ele não tinha retornado a mensagem deixada em sua página no Facebook. A reportagem apurou que os funcionários do CEU viram quando o PM entrou no local, mas não suspeitaram que ele fosse invadir a sala de aula já que é normal policiais da Ronda Escolar entrarem na unidade. Procurada, a Secretaria Municipal de Ensino confirmou o ocorrido e disse que a direção da escola comunicou o 46º BPM (Batalhão da Polícia Militar), responsável pelo policiamento da região, no mesmo dia. A secretaria também informou que relatou o caso à SSP (Secretaria de Segurança Pública). Em nota, a SSP disse que o secretário Antonio Ferreira Pinto determinou que a Corregedoria da PM investigue o caso. E que, se confirmadas as denúncias, o policial será afastado e punido. A pasta não revelou o nome do PM e se ele faz parte da equipe da Ronda Escolar.  

continua após publicidade