Geral

Apagão foi "fatalidade", diz governador de Pernambuco

Da Redação ·

Por Fábio Guibu, Enviado Especial SALVADOR, BA, 26 de outubro (Folhapress) - O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), considerou "uma fatalidade" o apagão que atingiu as regiões Norte e Nordeste na madrugada de hoje, mas disse que se preocupou com a demora no restabelecimento do serviço. "Situações como estas acontecem", disse Campos, em nota. "O que nos preocupou foi o tempo que o ONS [Operador Nacional do Sistema Elétrico] precisou para restabelecer o serviço. Ficamos muito tempo com as cidades às escuras e muitos serviços essenciais na iminência do colapso". Campos, segundo sua assessoria, passou a madrugada em contato com secretários e dirigentes do setor elétrico. Segundo a nota, geradores ociosos foram deslocados para hospitais, e policiais militares da tropa de choque, enviados para reforçar a guarda dos presídios. Para o governador, "é preciso melhorar o tempo de resposta [em casos de blecaute], porque a insegurança quanto à regularidade do serviço prejudica inclusive a confiança dos investidores", disse.  

continua após publicidade