Geral

Vigia que atuava na Régis é suspeito de assaltar motoristas

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 26 de outubro (Folhapress) - O funcionário de uma empresa de segurança é suspeito de envolvimento em uma série de assaltos a motoristas na rodovia Régis Bittencourt, na região de Cajati (a 230 km de São Paulo). Ele atuava como vigia em uma empresa contratada pela concessionária que administrava a estrada.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a identificação do suspeito aconteceu na madrugada de ontem, após a companhia ser informada de que um grupo havia interrompido o trânsito na altura do km 508 para assaltar motoristas. Os usuários relataram que um dos bandidos estaria com colete refletivo da concessionária.

Os policiais foram ao local indicado, mas o grupo já havia fugido, com exceção do vigia. Os policiais então desconfiaram e decidira revistá-lo, mas o homem sacou uma arma, atirou contra os policiais e fugiu. Ele deixou, no entanto, a arma usada contra os policiais e a carteira, com documentos.

Na guarita usada pelo suspeito foram encontrados ainda uma pistola calibre 22, uma lanterna e uma toca ninja. A Polícia Rodoviária Federal afirmou que outros assaltos já tinham sido registrados em plantões desse mesmo funcionário, mas não em plantões de outros vigias que atuam no local.

A concessionária responsável pela estrada afirmou que o vigia era funcionário da empresa contratada para fazer a segurança de um gerador que funciona no local. Há um desvio na região, que está sendo sinalizada por uma placa luminosa, que precisaria do gerador.

A assessoria da concessionária disse que esse foi um fato isolado e que representantes foram ao local assim que souberam do ocorrido e estão prestando ajuda à polícia. Quanto ao colete refletivo, ela afirmou que o uso é obrigatório para todos que prestam serviço na rodovia à noite.
 

continua após publicidade