Geral

Ação recolhe 63 usuários de crack em obra na avenida Brasil

Da Redação ·





RIO DE JANEIRO, RJ, 24 de outubro (Folhapress) - Policiais militares e agentes da Secretaria Municipal de Assistência Social recolheram 63 usuários de crack na manhã de hoje num terreno isolado por tapumes de obras da Transcarioca (corredor expresso de ônibus), na área central da avenida Brasil, uma das vias expressas mais movimentadas da cidade.

Segundo a PM, os usuários haviam formado uma cracolândia no local. Em meio a lixo e acampamentos de papelão, eles permaneciam ali desde a ocupação policial nas favelas do Jacarezinho e Manguinhos, na zona norte.

Houve correria. Algumas pessoas pularam os tapumes de quase dois metros na tentativa de fugir dos agentes. Não houve prisões.

O local fica em frente ao conjunto de favelas da Maré, área que ainda não foi pacificada. Assim, os usuários compravam com facilidade a droga.

Os usuários de crack adultos foram levados para a Unidade de Reinserção de Paciência (zona oeste) e os adolescentes foram para a Central de Recepção Carioca, no centro.

No início da operação a polícia retirou os tapumes da obra para a entrada dos agentes da prefeitura. A PM não confirma, porém, se o local vai permanecer sem o cercado para evitar que os usuários retornem.

A ação acontece na semana em que a Prefeitura do Rio discute a possibilidade de internação compulsória de usuários de crack na cidade.
 

continua após publicidade