Geral

Cotidiano-Notas

Da Redação ·

Cabeleireiro é morto durante a Parada Gay em Franca (SP)





RIBEIRÃO PRETO, SP, 22 de outubro (Folhapress) - Um cabeleireiro morreu esfaqueado na noite deste domingo (21) em Franca (400 km de São Paulo), durante a sexta edição da Parada do Orgulho Gay. De acordo com a Polícia Militar, Eliano Carvalho Campos, 38, levou seis facadas após uma briga. A vítima foi atingida quatro vezes no tórax e duas vezes no pescoço. Hudson Barbosa da Silva, 20, foi preso. Ele, ainda conforme a polícia, confessou o crime, que ocorreu por volta das 19h no parque de exposições Fernando Costa.

O suspeito de matar o cabeleireiro foi levado para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Franca. Campos chegou a ser socorrido e levado à Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos. A Polícia Civil investiga o homicídio.



Jovem atropelado por trem no Rio passará por 2ª cirurgia no crânio



SÃO PAULO, SP, 22 de outubro (Folhapress) - O menino de 16 anos que foi atropelado na manhã de hoje por um trem no Rio de Janeiro será submetido a uma segunda cirurgia no crânio para retirada de um coágulo no cérebro. Adolescente de 16 anos é atropelado por trem da Supervia no Rio. De acordo com o hospital municipal Salgado Filho, o estado de saúde do adolescente é grave. Segundo o hospital, o menino passou por uma cirurgia no início da manhã para a retirada de um primeiro coágulo e terá que ser submetido a uma segunda. Fora o ferimento grave na cabeça, o menino sofreu apenas escoriações pelo corpo. O adolescente foi atropelado por volta de 7h30 da manhã ao atravessar a linha férrea. Ele foi atingido na altura da estação Jacarezinho, zona norte da cidade. A composição seguia de Belford Roxo para a Central do Brasil, a principal estação da cidade. A Supervia, concessionária que presta o serviço na cidade, informou em nota que o rapaz "acessou irregularmente" a linha quando foi atingido. A concessionária ressaltou que as estações possuem placas de orientação aos passageiros, além de alertas pelo sistema de áudio sobre os riscos de se atravessar nos trilhos. Ainda de acordo com a empresa, em regiões como o Jacarezinho, onde muitas pessoas atravessam a linha, os trens reduzem a velocidade para até 30 km/h.



Polícia investiga dissecação de gatos em escola de Canoas (RS)



PORTO ALEGRE, RS, 22 de outubro (Folhapress) - A Polícia Civil do Rio Grande do Sul iniciou uma investigação sobre experiências de dissecação de gatos feitas por alunos de um colégio particular de Canoas (região metropolitana de Porto Alegre). Fotos do experimento em um laboratório da escola começaram a circular na semana passada por redes sociais. Em uma delas, uma aluna segura duas cabeças de gatos. Em outra, exibe a pele retirada de um felino. Participaram da atividade estudantes do último ano do ensino médio do Colégio Luterano Concórdia. O caso chegou à polícia porque a mãe de uma das alunas procurou uma delegacia. A delegada Sabrina Deffente, responsável pela investigação, diz estranhar que animais de estimação tenham sido usados em um experimento do tipo. Ela afirma ainda que uma lei federal estabelece que apenas instituições de ensino superior ou escolas técnicas na área de biomedicina possam ter laboratórios para essas atividades. A policial pretende ouvir ainda hoje a direção do colégio. No Facebook, as imagens revoltaram defensores dos animais. Ativistas fizeram circular mensagens de protestos e pedidos de punição aos responsáveis. Uma das imagens teve mais de 3.000 compartilhamentos. Em nota, a escola disse que a atividade era uma "aula prática de biologia" e ocorreu na última quinta-feira. Segundo o Luterano Concórdia, a aula era opcional e voltada a estudantes com interesses na área biológica. Afirma ainda que nunca foram feitas experiências com animais vivos e que os gatos usados haviam sido recolhidos mortos da rua, vítimas de atropelamento, e armazenados em refrigeradores. A delegada de Canoas afirma que "aparentemente" não havia sinais de que os animais tivessem sido atropelados. A reportagem procurou a escola, mas funcionários disseram que a direção só vai se manifestar por meio da nota.



Adolescente é morto durante blitz policial em Franca (SP)



RIBEIRÃO PRETO, SP, 22 de outubro (Folhapress) - Um adolescente de 17 anos foi morto na tarde de ontem durante uma blitz policial em Franca (400 km de São Paulo). A vítima foi atingida durante uma fiscalização de trânsito por volta das 16h na rua Clóvis Vieira de Andrade, no Jardim Portinari. Segundo a polícia, o jovem, que não teve o nome divulgado, estava na garupa de uma moto e tentou desarmar um policial ao passar perto dele. O PM atirou acidentalmente, conforme a versão da polícia. O disparo atingiu o tórax da vítima, que foi socorrida e encaminhada à Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos. Ainda de acordo com a PM, foi dada ordem de parada na blitz para a dupla que estava na moto, mas o condutor não parou. O motociclista fugiu e até a manhã de hoje não havia sido localizado. A Polícia Civil investiga o caso. Um procedimento foi aberto também pela Polícia Militar para averiguar as circunstâncias em que a morte ocorreu.
 

continua após publicidade