Geral

Advogado que levou celulares em muleta para preso é suspenso

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 19 de outubro (Folhapress) - A Comissão de Ética da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) suspendeu por 45 dias o advogado Roberto José Fiore, preso em agosto ao ser flagrado tentando passar uma muleta com seis celulares escondidos para um preso, durante audiência no Fórum de Araraquara (273 km de São Paulo). Na prática, Fiore não poderá advogar ou se defender de qualquer processo no prazo de 45 dias. Seu advogado, Mário de Oliveira Filho, informou que vai entrar com um pedido de recurso na OAB de São Paulo na próxima segunda-feira. A decisão ocorreu durante votação dos relatores da 8ª Turma do Tribunal de Ética da OAB, em Araraquara. Para o advogado de Fiore, a suspensão é "equivocada", já que o caso não foi julgado no Tribunal de Justiça. "Não tem elementos para fazer uma suspensão provisória. O processo sequer tem audiência marcada. Não levaram em consideração a presunção da inocência", disse. Em setembro, Fiore foi transferido da Penitenciária de Araraquara para 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar, na capital paulista, porque teria sofrido ameaças dos detentos.  

continua após publicidade