Geral

PM à paisana e bombeiro reformado são assassinados

Da Redação ·

Por Martha Alves SÃO PAULO, SP, 19 de outubro (Folhapress) - Um policial militar e um bombeiro reformado foram mortos a tiros na noite de ontem no centro e na zona leste de São Paulo. Nenhum foi suspeito preso. Por volta das 22h30, um policial à paisana foi morto a tiros dentro de um bar na avenida Nove de Julho, na região do Anhangabaú, no centro de São Paulo. Segundo a PM, um homem entrou no bar e disparou vários tiros contra o policial e fugiu em um carro. Uma pessoa que estava no local ficou ferida. O policial foi levado ao pronto-socorro do Hospital Nove de Julho, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso foi registrado no 77º Distrito Policial, em Santa Cecília. Um bombeiro reformado foi morto a tiros na rua Maurici Moura, no Conjunto Habitacional Padre José de Anchieta, zona leste de São Paulo, por volta das 20h30. De acordo com a PM, os assassinos dispararam vários tiros e atropelaram o bombeiro. Ele foi levado ao pronto-socorro do Hospital Santa Marcelina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso foi registrado no 65º Distrito Policial, em Artur Alvim. Outros casos Na noite de quarta-feira, dois policiais foram baleados em Mauá (Grande São Paulo) e na zona norte de São Paulo. Em Mauá, um policial militar foi baleado ao tentar impedir um roubo ao mercado da família na rua Caetano Aletto, no Jardim Itapark Velho. O policial foi levado ao Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André (na Grande São Paulo). O caso foi registrado no 1º DP de Mauá. Em São Paulo, um policial rodoviário reformado foi baleado, na região do Parque Novo Mundo, na zona norte. O policial abria o portão da casa do pai na rua Soldado Cristóvão Morais Garcia quando dois homens se aproximaram e dispararam vários tiros. Segundo a polícia, ao menos três tiros acertaram de raspão o braço e o pé do policial, que foi levado a um hospital da região. O caso foi registrado no 9º DP (Carandiru).  

continua após publicidade