Geral

CEF anuncia redução na taxa para financiar de veículos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia CEF anuncia redução na taxa para financiar de veículos
fonte: revistaautoesporte.globo.com
CEF anuncia redução na taxa para financiar de veículos

SÃO PAULO, SP, 28 de setembro (Folhapress) - A Caixa Econômica Federal anunciou hoje a redução dos juros para o financiamento de veículos novos e usados. Segundo o banco, as taxas passam a variar de 0,75% a.m. (ao mês) a 1,51% a.m. (a taxa máxima anterior era de 1,63% a.m.), conforme as condições do financiamento.

Para veículos com até dois anos de fabricação, a taxa máxima foi reduzida de 1,55% a.m. para 1,34% a.m.

O valor financiado pode ser de até 100% para veículos zero quilômetro. Já o prazo pode chegar a 60 meses para veículos com até cinco anos, e a 48 meses para os com até 10 anos.

As taxas, informou o banco, são definidas em função de fatores como cota de financiamento, idade do veículo, prazo e nível de relacionamento do cliente com a instituição.

A Caixa, em conjunto com o Panamericano, encerrou agosto com o valor recorde de R$ 668 milhões no mês em contratações de financiamento para o setor.

A linha de financiamento está disponível em todas as mais de 3.000 agências do banco, assim como nas 7.000 concessionárias ou lojas credenciadas pelo Banco Panamericano.

Pressão

A redução nas tarifas ocorre após os juros aos consumidores alcançarem o menor patamar histórico em agosto, estreitando os ganhos com os empréstimos e forçando os bancos a buscarem novas fontes de receita.

O governo vem pressionando o setor a diminuir seus lucros, apoiado pelas recentes decisões do Banco Central que derrubou a taxa básica de juros a 7,5%, a mínima histórica.

Para manter os ganhos, as instituições têm apostado na prestação de serviço, na venda de produtos (consórcio, seguros, previdência etc.) e na cobrança de tarifas, que chegaram a subir até 526,1% em 2012.

As taxas de juros cobradas de consumidores e empresas caíram na média 0,6 ponto percentual no mês passado, para 30,1% ao ano, menor patamar da série iniciada em 2000 pelo BC. É quase dez pontos percentuais menor do que há um ano. No período, os juros do governo (Selic) desceram de 12,5% para 7,5%.

Na segunda-feira, o Bradesco anunciou uma redução de 53,7% na taxa do rotativo de seus cartões de crédito, tornando-se o terceiro banco a diminuir taxas para o cartão de crédito em setembro. No início do mês, Caixa e Banco do Brasil já haviam anunciado cortes nos juros para a modalidade.

No Bradesco, os juros cairão dos 14,9% atuais para 6,9%, a partir de novembro. A condição se aplica aos 95 milhões de cartões administrados pelo banco. Entre eles estão os de bandeira Visa, American Expresse, Elo e Mastercard.

As reduções da Caixa variam entre 10% e 40% no rotativo e entre 13% e 33% no parcelamento da fatura. No Banco do Brasil, o corte ficou em 30%, na média.
 

continua após publicidade