Geral

Americana se recupera após ser "decapitada internamente"

Da Redação ·
  Rachel após acidente internada na unidade de terapia intensiva
fonte: Arquivo
Rachel após acidente internada na unidade de terapia intensiva

A norte-americana vítima de um grave acidente que a "decapitou internamente" conseguiu sobreviver e desenvolve uma ótima recuperação.  Um ano após o ocorrido, a mulher não apresenta sequelas, conseguindo andar e falar normalmente.

Rachel Bailey sofreu um acidente de carro em setembro de 2011, na cidade de Phoenix, no estado do Arizona. Com a forte colisão o crânio de Rachel se separou da sua coluna, embora seu pescoço não tenha sido cortado. A lesão é rara e geralmente fatal.

A jovem de 23 anos foi resgatada por bombeiros e levada a um hospital, onde ficou um mês na unidade de terapia intensiva (UTI). Tratada corretamente desde o primeiro momento, Rachel agora consegue andar e falar normalmente.

Na última segunda (24), ela conseguiu, inclusive, fazer um jantar para agradecer aos bombeiros que prestaram os primeiros socorros. “Vocês são os heróis não aclamados. Não consigo dizer o quanto sou grata”, afirmou Rachel aos socorristas.

continua após publicidade