Geral

Homem é condenado a 28 anos de prisão pela morte da mulher e filha

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 20 de setembro (Folhapress) - O Tribunal do Júri de Guarulhos (Grande São Paulo) condenou anteontem Henrique de Oliveira Carvalho a 28 de anos e quatro meses de prisão em regime fechado. O homem é acusado de matar a própria filha, Jennifer Hellen Barbosa Rodrigues dos Santos, 14, e a mulher Adriana Aparecida Barbosa em dezembro de 2011. Mãe e filha foram mortas a facadas, mas a adolescente também tinha sinais de estrangulamento no pescoço. Segundo a sentença, as mortes foram executadas de forma cruel e com recurso [faca] que dificultou ou impossibilitou a defesa das vítimas. Para o juiz Leandro Jorge Bittencourt Cano, os crimes foram praticados com a intenção de matar. Segundo a decisão, as circunstâncias em que os crimes foram praticados demonstram que o réu é altamente perigoso, "com personalidade distorcida, sem qualquer freio ou limite social e moral". O juiz afirmou que Carvalho não tem condição de continuar preso em regime diferente do fechado. O advogado do réu não foi encontrado pela reportagem para comentar a sentença  

continua após publicidade