Geral

Pelo menos 54 morrem após ataque aéreo

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 20 de setembro (Folhapress) - Pelo menos 54 pessoas morreram, e outras dezenas ficaram feridas, em um ataque aéreo em Ain Isa, na província de al Raqqa, (região norte da Síria), segundo informou hoje a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos. A OSDH, baseada em Londres, relata que o ataque atingiu um posto de combustível. Citando um ativista da região, a ONG afirma que o total de mortos e feridos pode chegar a 110, no que pode ser um dos ataques mais sangrentos da guerra civil síria no período recente. Desde o início de guerra civil, há cerca de 18 meses, quase 30 mil pessoas morreram no confronto entre as forças leais ao regime e grupos rebeldes. Para recuperar o controle de algumas cidades, que haviam se tornado enclaves rebeldes, o governo passou usar tanques, helicópteros e aeronaves militares, promovendo bombardeios periódicos sobre a população civil. Aleppo, uma das maiores cidades sírias, têm sido o alvo principal dos bombardeios. No último dia 11, entre 60 e 80 pessoas morreram após um ataque pesado das forças leais ao regime de Bashar Assad.  

continua após publicidade