Geral

Soldado da PM é morto a tiros na favela da Rocinha

Da Redação ·





Por Diana Brito

SÃO PAULO, SP, 17 de setembro (Folhapress) - Um soldado da Polícia Militar foi morto a tiros na noite de ontem durante um patrulhamento na favela da Rocinha, na região de São Conrado, na zona sul do Rio. Com isso, foi reforçado o policiamento no local na última sexta-feira.

Segundo a assessoria da PM, Diego Bruno Barbosa Henriques, 25, foi morto a tiros por volta das 23h numa localidade conhecida como 199. Ele foi atingido por disparos de pistola quando fazia ronda a pé com outros três policiais. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

A polícia não confirmou se o PM fazia parte da equipe recém-formada que treina na favela para integrar novos postos de UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) no Estado. Está prevista para a próxima semana, a instalação de uma unidade da Rocinha.

Após a morte de Henriques, a polícia fez buscas na região, mas nenhum suspeito tinha sido preso na manhã da última sexta. A polícia já realiza uma operação na comunidade desde novembro do ano passado para a instalação da UPP.

Em abril, outro policial foi morto na Rocinha. Rodrigo Alves, 33, também fazia parte do efetivo da Rocinha e foi baleado durante uma ronda a pé na comunidade.
 

continua após publicidade