Geral

Após quase 4 meses, professores de federais encerram greve

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 16 de setembro (Folhapress) - O comando nacional de greve dos professores das universidades federais anunciou no noite de hoje o fim da greve iniciada há mais de três meses. Em nota, o Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior) afirma que decidiu pela suspensão após "criteriosa avaliação do quadro das assembleias gerais". A decisão será comunicada às instituições entre segunda e sexta-feira. Apesar do fim da greve, o sindicato diz que seguirá atuando "na defesa da reestruturação da carreira e na luta pela valorização e melhoria das condições de trabalho. Das 57 universidades federais que aderiram ao movimento, 39 já encerram a greve. A paralisação completaria quatro meses amanhã. Negociações O Ministério do Planejamento ofereceu um reajuste entre 25% e 40%, divididos nos próximos três anos. Os índices são superiores ao oferecido à grande maioria dos demais servidores (15,8%). O governo ainda atendeu pedido para redução do número de degraus para se chegar ao topo da carreira: os 17 níveis foram reduzidos a 13.  

continua após publicidade