Geral

Bandidos promovem noite de terror em distrito de Porto Velho

Da Redação ·

Por Felipe Luchete SÃO PAULO, SP, 11 de setembro (Folhapress) - O distrito de Jaci-Paraná, onde vive parte dos operários da usina de Jirau, foi alvo de uma ação cinematográfica na noite de ontem, quando cerca de 15 homens invadiram a base da Polícia Militar do local, fizeram reféns, mataram um sargento e explodiram caixas eletrônicos. O distrito fica às margens da BR-364, a cerca de 90 quilômetros do centro de Porto Velho (RO) e a 30 quilômetros da futura hidrelétrica, e passa por um boom populacional desde 2009, quando as obras tiveram início. Segundo a PM, os homens estavam encapuzados e armados com fuzis e metralhadoras. Entraram atirando por volta das 22h na base, onde seis policiais estavam de plantão. O sargento Silvério Feitosa morreu após levar um tiro na cabeça. Eles usaram policiais como escudo humano e foram até caixas eletrônicos próximos ao local, disparando tiros para o alto. Depois de saquear os caixas, o grupo fugiu com cinco motos, três carros - um da polícia - e um refém, deixado no meio do caminho. Até a noite de hoje, a Secretaria de Segurança do Estado ainda não tinha pistas dos criminosos e mobilizava equipes para encontrá-los, com sobrevoos e vistorias em carros que trafegavam na região. Um dos carros usados na fuga foi encontrado incendiado. Ainda não há estimativa de quanto foi roubado. A ação deixou outros dois policiais feridos. Um deles foi levado ao hospital, mas não corre risco de morrer, de acordo com a PM.  

continua após publicidade