Geral

Onze anos após 11/9, EUA se sente menos ameaçado

Da Redação ·
Onze anos após 11/9, EUA se sente menos ameaçado
fonte: Getty Imagens
Onze anos após 11/9, EUA se sente menos ameaçado

Pouco mais de uma década após o ataque de 11 de setembro de 2001, os americanos se sentem menos ameaçados pelo terrorismo, segundo uma pesquisa do Chicago Council on Global Affairs divulgada nesta semana. A pesquisa, realizada de maio a junho deste ano com mais de 1.800 participantes, revelou ainda uma divergência na visão que os americanos mais jovens tem do papel dos Estados Unidos no mundo.

Entre os entrevistados de 18 a 29 anos, 52% acham que os Estados Unidos não devem ser envolver em questões de política internacional, ao passo que apenas 35% das pessoas de faixas etárias mais elevadas compartilham esse ponto de vista.

A maioria dos americanos acima de 29 anos (61%) ainda acredita que os Estados Unidos devem exercer um papel de liderança no cenário global.

Quando perguntados sobre o que consideram ser as maiores ameaças aos interesses americanos, 67% dos participantes ainda citam o terrorismo em primeiro lugar, apesar de os resultados apresentarem queda de 6% em relação a 2010.

A preocupação com o programa nuclear iraniano também diminuiu em 4% em relação ao 2010, com 64% dos participantes afirmando que essa é a principal ameaça ao país.

continua após publicidade