Geral

Cidade tem maior temperatura durante o inverno dos últimos 57 anos

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 10 de setembro (Folhapress) - A temperatura máxima registrada ontem na capital paulista, 33,1ºC, foi a maior já anotada durante um inverno, desde o início das medições do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em 1943. Os termômetros da estação convencional do instituto, que fica na zona norte, mostraram que a temperatura se igualou à maior verificada, em 1955, quando os termômetros também haviam alcançado 33,1ºC. As informações são da Agência Brasil. Nas estações do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) as temperaturas foram ainda maiores, com máxima de 35ºC na zona leste da cidade. A umidade relativa do ar variou entre 21 e 30%, fazendo com que a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) decretasse estado de atenção. De acordo com Thomaz Garcia a média das temperaturas máximas para o mês de Setembro é 24,4ºC. O meteorologista explica que as altas temperaturas têm como causa uma massa de ar quente e seco que predomina sobre grande parte do Brasil, sobretudo nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, ocasionando um bloqueio atmosférico. Esse fenômeno, segundo ele, inibe a formação de nuvens, deixando o ar seco e impedindo que os sistemas frontais aqueles que provocam as chuvas avancem. As altas temperaturas na capital devem se manter até a tarde de amanhã, quando está previsto o avanço de uma frente fria pelo litoral paulista. "Porém, é outro sistema que não conseguirá conter esse bloqueio [atmosférico] e vai se desviar para o oceano", disse. Essa frente fria determinará aumento da umidade no leste paulista (Vale do Ribeira, Vale do Paraíba e Grande São Paulo) e poderá provocar chuvas passageiras e isoladas, "porém, nada que reverta o atual quadro de estiagem prolongada", adverte. Segundo ele, por enquanto, ainda não há previsão de precipitações que melhorem essa situação. Para hoje, a máxima prevista para São Paulo é 32ºC, com mínima de 16ºC, e umidade relativa do ar em torno de 30% durante a tarde. Amanhã a umidade deve subir para 40%.  

continua após publicidade