Geral

Combate danifica tubulação de água potável em Aleppo

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 8 de setembro (Folhapress) - Uma das principais tubulações de água potável de Aleppo, no bairro de Midan, foi danificada durante os intensos combates entre os rebeldes e o Exército do ditador sírio Bashar Assad hoje. Com isso, vários bairros da segunda maior cidade síria estão sem água. Segundo os ativistas sírios, o dano aconteceu depois que um avião do Exército atingiu a tubulação com um míssil. "A água foi completamente cortada em vários bairros. Primeiro foi a eletricidade e agora a água. Isso só vai aumentar o sofrimento das pessoas", disse o governador de Aleppo, Mohammed Wahid Akkad, que atribuiu o ato à "terroristas", o termo usado pelo regime para designar os rebeldes. Também hoje, tropas do governo sírio entraram no distrito de Yarmouk, em Damasco, que abriga refugiados palestinos, e atacaram um hospital. Para o Exército, entre os refugiados estão escondidos rebeldes da oposição. Primeiramente, as forças de Assad lançaram ataques aéreos para atingir as áreas onde os rebeldes estariam, colocando a infantaria apenas depois de muitos deles fugirem. Os ativistas disseram temer mortes de civis na região. O ativista sírio Abu Yasser al-Shami disse que seus amigos em Yarmouk já tinham abandonado a área hoje assim que as tropas entraram. Ativistas dizem que Assad reluta em usar a infantaria porque o Exército é feito principalmente de membros da maioria sunita, que traria mais riscos de desertores. Alguns soldados que já o abandonaram dizem que o ânimo está baixo e que apenas oficiais da seita alawita estão dando as ordens.  

continua após publicidade