Geral

Taxistas fazem protesto contra aluguel de alvarás

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 5 de setembro (Folhapress) - Um grupo de taxistas fez um protesto na tarde de hoje na cidade de São Paulo. O protesto começou na frente da prefeitura, no viaduto do Chá, na região central, com a concentração de cerca de 50 táxis. Em seguida, eles seguiram em carreata pelo corredor norte-sul, no sentido aeroporto, e encerram a manifestação na rua Pedroso, por volta das 16h. A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrou lentidão devido ao protesto, que usou duas faixas do corredor. Por volta das 16h, as filas chegaram a 4,8 km no sentido aeroporto. Os manifestantes, reunidos pela Atasp (Associação dos Taxistas de São Paulo), reclamavam que a prefeitura não têm liberado novos alvarás para taxistas, apesar da grande quantidade de interessados. Eles criticaram também o formato do último sorteio de alvarás. Segundo os taxistas, a situação acaba levando muitas pessoas que conseguiram alvará a alugar o documento para terceiros, que querem trabalhar mas não têm autorização - o que é ilegal. A Atasp defende que a cidade não tenha limite de taxistas, e todos que preencherem os requisitos sejam autorizados a trabalhar. A entidade é presidida por Edson Sena, o Piolho, candidato a vereador pelo PTB. Atualmente, a frota de táxis da cidade é de 33,7 mil. Procurada, a Secretaria Municipal de Transportes ainda não se posicionou sobre o protesto.  

continua após publicidade