Geral

Polícia prende dupla suspeita de matar e enterrar cinco pessoas

Da Redação ·





Por Felipe Souza

SÃO PAULO, SP, 3 de setembro (Folhapress) - A Polícia Civil prendeu na noite da última sexta-feira dois homens suspeitos de matar e enterrar pessoas em um terreno baldio na rua Luigi Caruso, no Jardim Papai Noel, na zona sul de São Paulo.

No local, a polícia encontrou cinco corpos até a tarde de hoje. Todos em estado avançado de decomposição. Os policiais disseram que, pela aparência, um deles foi enterrado há cerca de três meses e os outros há pelo menos sete.

Gilson Nonato Souza, 51, e Manuel de Jesus Almeida,39, eram investigados há cerca de 15 dias. Eles foram encontrados após uma denúncia anônima. A dupla confessou ter matado uma pessoa enforcada e enterrado o corpo da vítima no terreno.

Após a polícia ter encontrado o primeiro corpo, eles mostraram o local onde estava os outros, a cerca de 100 metros. O local fica em uma mata próxima à favela do Papai Noel.

Em depoimento à polícia, Souza afirmou ter matado apenas uma pessoa há três meses e que apenas abriu as covas e ajudou a enterrar os outros corpos.

O delegado titular do 25º DP (Parelheiros), José Aparecido Figueiredo, disse à reportagem que todas as vítimas tinham sinais de facadas, enforcamento e violência pelo corpo. "A nossa suspeita é que o barraco onde Almeida mora servia de cativeiro para as vítimas antes de serem mortas", disse.

A polícia disse que Almeida tinha diversas passagens pela polícia, como roubos e furtos. Souza não tem antecedentes criminais.

O caso foi registrado como homicídio qualificado no 25º Distrito Policial. Os suspeitos serão indiciados sob suspeita de homicídio doloso, cárcere privado e ocultação de cadáver.
 

continua após publicidade