Geral

Maringá lança empreendimento industrial histórico

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Maringá lança empreendimento industrial histórico
fonte:
Maringá lança empreendimento industrial histórico
continua após publicidade
O prefeito licenciado Silvio Barros apresentou, nesta quarta-feira (18), para empresários e autoridades dos governos federal, estadual e municipal  o novo espaço de desenvolvimento econômico, a Cidade Industrial de Maringá que abrigará além de empresas de Maringá e região também o Tecnoparque.
 
Silvio frisou que este é o maior empreendimento industrial da história de Maringá, implantado numa área de 87 alqueires, que ainda pode aumentar depedendo de futuras desapropriações. “Conseguimos um local estratégio para criar a Cidade Industrial de Maringá e o Tecnoparque, na estrada Pinguim onde passará o Contorno Sul e próximo ao aeroporto. A Prefeitura já comprou e pagou os terrenos, e agora abrirá o processo de licitação para a infraestrutura do local. Os lotes já podem ser adquiridos pelos empresários”.
 
As prioridades de instalação na Cidade Industrial de Maringá e no Tecnoparque são para empresas que já tem cadastros na Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Maringá, atualmente cerca de 400, e que sejam de Maringá. Os empresários serão chamados por ordem cronológica de inscrição e terão os benefícios concedidos pelo Programa de Desenvolvimento de Maringá – Prodem. “São incentivos fiscais que variam conforme o plano de atuação da empresa, como por exemplo o número de empregos que serão gerados. Vamos chamar todos os empresários do nosso cadastro e consultar o interesse de se instalarem no novo parque”, explica o secretário da pasta, Cláudio Batistela.
 
 
Outro benefício ao empresariado será a linha de crédito especial adotada pela Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil para a aquisição do terreno, atendendo um pedido da Prefeitura. O Instituto Ambiental do Paraná – IAP e a Secretaria de Meio Ambiente também facilitarão a licença ambiental para empresas que já atuam em Maringá, conforme a possibilidade. “São facilidades que oferecem aos empresários a oportunidade de construirem imediatamente”, agradeceu Silvio Barros.
 
Tecnoparque
 
Durante a apresentação do novo empreendimento industrial, os representantes do Senai, Lactec e Tecpar assinaram o protocolo de intenções para uso da área do Tecnoparque, que será destinado para instalação de empresas de base tecnológica.
 
O diretor superintendente do Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento – Lactec, Omar Sabbag Filho, acredita que o projeto certamente impactará o desenvolvimento da cidade. “Teremos mais um centro de pesquisa tecnológica, na busca de soluções tecnológicas que possam contribuir e promover o desenvolvimento econômico, científico e social, preservando e conservando o meio ambiente. Aqui em Maringá vamos realizar projetos de pesquisa aplicada, desenvolvimento experimental e engenharia do produto, além do desenvolvimento de protótipos, processos e sistemas de base tecnológica”.
 
O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná, Carlos Walter assinou o protocolo de intenção para a instalação do Senai no Tecnoparque. “Toda a estrutura do Sistema Fiep estará montada na Cidade Industrial de Maringá, investindo principalmente no setor metalmecânico, apostando em ações sinérgicas que propiciem o desenvolvimento local”.
 
O presidente do Tecpar, Júlio Félix, enalteceu o momento importante para o desenvolvimento de Maringá e região. “O Tecpar é uma empresa pública criada em 1940 e vinculada à Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, atuando em pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação. Em Maringá as empresas que se instalarem no Tecnoparque vão direcionar nossas atividades, assim vamos oferecer as soluções tecnológicas que as empresas necessitarem”.
 
O secretário de Estado da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, ressaltou o importante momento vivido por Maringá. “O novo parque industrial de Maringá era uma demanda antiga e agora tornou-se realidade. O projeto foi muito bem planejado, com estrutura logística e competitiva, e vai atender no mínimo 50% dos empresários cadastrados pela Prefeitura. Maringá está de parabéns por essa grande inovação, que favorecerá o crescimentoe econômico da cidade e da região”, disse Ricardo agradecendo a presença dos secretários de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Santos Leal Neto; do Meio Ambiente, Jonel Yurk, e do secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Pedro Guimarães.
 
Equipamentos Públicos
 
O prefeito licenciado Silvio Barros explicou que o projeto também pensou nas pessoas que trabalharão na empresas da Cidade Industrial e Tecnoparque, reservando espaços para a instalação de equipamentos públicos como creche, escola e posto de saúde. “O prolongamento da avenida Carlos Borges passará dentro do parque industrial onde reservamos um eixo para habitação, comércio e serviços, inclusive com restaurantes e refeitórios. Assim atendemos o grupo de trabalhadores que prestarão serviços no novo empreendimento, que poderão residir e ter todas as condições dentro da Cidade Industrial de Maringá”, finalizou Silvio.