Geral

Justiça condena eleitores por terem vendido o voto

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Justiça condena eleitores por terem vendido o voto
Justiça condena eleitores por terem vendido o voto

Ontem 23 eleitores de Londrina precisaram ir até a Justiça Eleitoral da cidade para assinar um termo de compromisso. Eles foram condenados por terem vendido os votos, nas eleições para vereador de 2008. Esta foi a segunda vez na história de Londrina que eleitores foram condenados por esse motivo.

continua após publicidade


O Ministério Público avalia que é muito difícil de se provar esse tipo de corrupção. A juíza eleitoral Zilda Romero diz que a preocupação da Justiça é garantir os interesses da coletividade. “Quem oferece benefícios em troca do voto, vai visar sempre o benefício próprio e não o benefício de uma coletividade. O que nós queremos são bons administradores”, frisa.

O aposentado Manuel Dutra conta que vendeu o voto em troca de dinheiro para um tratamento médico. “Eu tenho pressão alta e não tinha o dinheiro para comprar o remédio. Aí, minha nora chegou e perguntou se eu queria dar o voto em troca de R$ 30. Aí, eu peguei”, conta. “Fizemos errado e estamos aí para pagar”, afirma a doméstica Lucinéia Camargo, que também foi condenada.