Geral

Projeto procura cães doadores de sangue

Da Redação ·
Traumatismos, infecções ou cirurgias podem determinar necessidade de transfusão de sangue
fonte: Divulgação
Traumatismos, infecções ou cirurgias podem determinar necessidade de transfusão de sangue

O projeto de extensão Vida, ligado ao Departamento de Clínicas Veterinárias do Centro de Ciências Agrárias (CCA) da UEL está precisando de doadores de sangue canino, para transfusão em animais anêmicos ou acometidos por doenças, atendidos no Hospital Veterinário (HV). Podem doar sangue cães com idade entre dois e oito anos. Os animais devem ser mansos e de grande porte, com peso acima de 28 quilos. Interessados podem entrar em contato pelo telefone do projeto (43) 8803-0241.

continua após publicidade

Segundo a professora Patrícia Mendes Pereira, coordenadora do projeto e responsável pela disciplina de Clínica Médica de Animais de Companhia, as doações são feitas com hora marcada. Dessa forma, a coleta pode ser feita aos finais de semana ou após o horário comercial. Como contrapartida, os cães doadores ganham consulta médica e um check-up geral completo, já que os estagiários do projeto realizam exames de sangue e fazem verificação das condições de saúde geral do cão. Todos os resultados são repassados para o proprietário.

O projeto Vida existe desde 1998 e foi implantado pioneiramente na UEL, como o primeiro banco de sangue canino cadastrado como projeto acadêmico em todo o país. A ideia era coletar material para suprir a demanda do Hospital Veterinário da UEL, considerado de referência regional. Para se ter uma ideia da necessidade, de 15 de janeiro até agora foram feitas no HV, 200 transfusões sanguíneas, o que corresponde a quase um procedimento por dia. Segundo a professora Patrícia, em 90% dos casos os animais submetidos à transfusão apresentam anemia grave, provocada por moléstias contagiosas, crônicas, traumatismos, infecções ou cirurgias.

continua após publicidade