Geral

Anvisa proíbe venda e uso de suplementos com substância DMAA

Da Redação ·
continua após publicidade

Foram suspensos ontem (11), a distribuição, divulgação, comércio e o uso do suplemento alimentar Oxielite Pro. A medida foi tomada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), é válida em todo país. O órgão explicou que desconhece a procedência do produto, que é fabricado por uma empresa desconhecida.  O Oxielite Pro possui uma substância conhecida como DMAA (dimethylamylamine), estimulante que ajuda a emagrecer e aumenta o rendimento atlético. Nesta semana, o DMAA foi incluído na lista de substâncias proibidas no país, o que impede a importação de suplementos alimentares que contenham a substância, mesmo que por pessoa física e para consumo pessoal. Os suplementos Jack3D e Lipo6 Black, também estão proscritos, pois possuem a substância. A Anvisa também alertou que o consumo de suplementos alimentares pode causar graves danos à saúde. Muitos deles são comercializados irregularmente no país, sem terem passado por nenhum tipo de avaliação de segurança. Alguns desses produtos contêm ingredientes que não são seguros para o uso em alimentos, como estimulantes e hormônios, segundo a agência reguladora. Os suplementos alimentares também podem conter substâncias com propriedades terapêuticas, que não podem ser consumidas sem acompanhamento médico.