Geral

Casal homoafetivo consegue autorização para fazer inseminação artificial

Da Redação ·
 Humberta Carvalho/G1
fonte:
Humberta Carvalho/G1
continua após publicidade

Duas mulheres conseguiram, junto ao Conselho Regional de Medicina de Goiás (Cremego), o direito de se submeter às técnicas de reprodução assistida.

O casal pretende ter um filho, e entrou com pedido para que  uma delas participe de uma gestação com a fertilização de seus próprios óvulos - a partir de inseminação artificial com sêmen de doador - e que os embriões poderão ser transferidos para o útero da companheira.

continua após publicidade

O pedido da assistente administrativa Michelle Almeida Generozo, 34 anos, e da professora Thaise Prudente, de 28, foi protocolado em 8 de junho de 2011, mas a decisão só saiu no dia 31 de maio deste ano. Segundo Michelle, ela será a doadora dos óvulos e a companheira Thaise é quem dará prosseguimento à gravidez.