Geral

Padre é preso por suspeita de molestar adolescentes

Da Redação ·
 Padre é preso por suspeita de abuso sexual de menores
fonte: Reprodução/Globo
Padre é preso por suspeita de abuso sexual de menores

A Polícia Civil do Estado de São Paulo prendeu na terça-feira (3) o padre Anderson Risseto, por suspeita de abusar sexualmente de menores em uma entidade clandestina no bairro Morumbi, na região sul da Capital paulista. 

continua após publicidade
O religioso católico foi denunciado no ano passado por seis jovens da Comunidade Advento, que abriga mais de 20 adolescentes, e o Ministério Público mandou investigar. Anderson Risseto era padre há seis anos e desde 2008 trabalhava com assistência a jovens carentes. Em uma das denúncias, um dos adolescentes relatou que, quando tinha 14 anos, foi chamado para ir ao quarto do padre, que estava nu. O jovem também disse que o pároco o ameaçava, dizendo que ele só poderia ficar na comunidade se ambos tivessem relações sexuais. As informações são do Jornal Nacional, da TV Globo.
De acordo com o delegado que cuida do caso, Paul Henry Verduraz, as denúncias seriam "consistentes".
 "Além disso, no mandado de busca cumprido nesta terça foram encontrados DVDs e material que confirma o que os jovens denunciaram", disse Verduraz. 
Em nota, a diocese de Campo Limpo informou que o padre Anderson deixou o trabalho em paróquias, ao pedir renúncia como pároco em março de 2010. No mês seguinte, a Comunidade Missionária Advento foi extinta por decreto pela diocese. Em junho deste ano, o padre foi suspenso, ficando impedido de exercer suas funções sacerdotais.