Geral

Elize Matsunaga nega ter vivido conto de fadas com Marcos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Elize Matsunaga nega ter vivido conto de fadas com Marcos
fonte: Divulgação
Elize Matsunaga nega ter vivido conto de fadas com Marcos
continua após publicidade

A assassina confessa Elize Matsunaga, acusada de matar e esquartejar o marido, o executivo da empresa Yoki, Marcos Matsunaga, se pronunciou pela primeira vez a respeito do caso. Ela divulgou uma carta, onde conta ter sido ameaçada e humilhada pelo empresário.

Elize nega as afirmações de que vivia um conto de fadas ao lado do marido. “Não me lembro de ter lido em ´Cinderela´ que o príncipe a humilhava”, diz a carta em que Elize reafirma que o empresário ameaçou tirar dela a guarda da filha do casal, de um ano. Em outro trecho, ela diz que o marido afirmava que a tirou do lixo e, portanto, ela deveria “ser submissa às suas vontades pervertidas e humilhantes”. Ela também escreveu que era ameaçada de morte e que tinha que fazer coisas que “a princesa sentia-se enojada dela mesma”.

Mesmo com tanto rancor, Elize demonstrou arrependimento de ter matado Marcos.“Não tenho direito de tirar a vida de ninguém e nada justifica isso”. Mas ressalta que tem o direito de proteger a filha que “é frágil e inocente”. A carta foi divulgada à imprensa pelo advogado, Luciano Santoro.

O advogado da família Matsunaga, Luiz Flávio D´Urso, acredita que as afirmações contidas na carta “não têm nenhuma sustentação”. Segundo ele, diversas alegações de Elize já foram desmentidas até agora, como a afirmação inicial à polícia de que o marido estaria desaparecido. "Tudo o que ela traz não tem sustentação. E o que ela fala nesta carta, que não se sabe nem para quem ela fez, é mais uma dessas coisas. Para mim, não muda nada", disse convicto.