Geral

Censura à emissora estatal no Paraguai gera protestos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Censura à emissora estatal no Paraguai gera protestos
fonte: Divulgação
Censura à emissora estatal no Paraguai gera protestos
continua após publicidade
Cerca de 200 pessoas fizeram um protesto em frente à TV Pública do Paraguai, em Assunção, na noite deste sábado (23), contra o que consideram uma tentativa de censura à emissora estatal do país após a posse do novo presidente Federico Franco. Os manifestantes estavam munidos com cartazes e gritando “Ditadura nunca mais”. Eles ocuparam toda a rua em frente ao canal que transmite ao vivo, em rádio e TV, fazendo discursos em um microfone aberto instalado na calçada.  Estamos defendendo um direito. Não estamos defendendo nenhum partido ou ideologia. Estamos defendendo vozes”, diz o ex-diretor da emissora estatal, Marcelo Martinessi em seu discurso. Martinessi e outros membros da televisão estatal, pediram demissão do cargo na sexta após o impeachment de Fernando Lugo, justificando que não sentia confiança no novo governo para continuar seu trabalho à frente da emissora. O pedido de demissão, com a equipe reunida, foi transmitido pela TV.