Geral

Richa envia documento de adesão do Paraná ao Pacto Global da ONU

Da Redação ·
O governador Beto Richa encaminhou uma carta para o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, oficializando a adesão do Estado do Paraná ao Pacto Global, um acordo voluntário pelo qual entidades de todo o mundo se comprometem a aplicar dez princípios relacionados ao desenvolvimento sustentável e erradicação da pobreza
fonte: Agência de Notícias do Paraná / ANPr
O governador Beto Richa encaminhou uma carta para o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, oficializando a adesão do Estado do Paraná ao Pacto Global, um acordo voluntário pelo qual entidades de todo o mundo se comprometem a aplicar dez princípios relacionados ao desenvolvimento sustentável e erradicação da pobreza

O governador Beto Richa encaminhou uma carta para o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, oficializando a adesão do Estado do Paraná ao Pacto Global, um acordo voluntário pelo qual entidades de todo o mundo se comprometem a aplicar dez princípios relacionados ao desenvolvimento sustentável e erradicação da pobreza.

Segundo Richa, com a adesão o governo estadual passa a ser um agente de articulação e mobilização da comunidade empresarial e do próprio setor público para adoção, em todas as práticas, de valores nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.“

Esta iniciativa é um exemplo do compromisso que assumimos com o meio ambiente e a melhoria da condição de vida das pessoas”, disse Richa, que nesta sexta-feira estará no Rio de Janeiro para participar das atividades da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. Ele destacou que o Paraná é o único estado brasileiro a formar um comitê multisetorial para tratar dos assuntos da conferência.

O Pacto Global focaliza suas ações na colaboração entre os níveis de governo, as organizações privadas e a sociedade civil. A iniciativa está presente em 150 países e conta com a participação de 5.200 signatários, entre organizações civis, empresas públicas e privadas, universidades e governos.
 

continua após publicidade