Geral

PR recebe prêmio por programa de controle da tuberculose

Da Redação ·
continua após publicidade
O Paraná está entre os quatro estados com melhor desempenho no controle da tuberculose, segundo dados do Ministério da Saúde. O esforço para combater a doença garantiu ao Estado dois prêmios durante o V Encontro Nacional de Tuberculose, que aconteceu em Brasília, paralelamente ao II Fórum de Parceria Brasileira contra a Tuberculose. Sete municípios paranaenses (Paranaguá, Curitiba, Londrina, Pinhais, Piraquara, Almirante Tamandaré e Foz do Iguaçu) também foram premiados. A classificação levou em conta cinco indicadores: proporção de cura de novos casos de tuberculose bacilífera em 2010; proporção de cultura realizada em pacientes submetidos ao retratamento da tuberculose em 2011; proporção de novos casos de tuberculose testados para o HIV em 2011; proporção de encerramento de novos casos de tuberculose no Sinan em 2010 e taxa de mortalidade de tuberculose em 2011. “Na classificação geral, o Paraná é o que mais notificou casos novos de tuberculose”, afirma o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz. Em 2011 o Paraná registrou 2.350 novos casos, seguido por Santa Catarina (1.778), Distrito Federal (289) e Roraima (151). Na classificação por indicador, o Paraná recebeu duas premiações. Uma delas por encerrar mais que 95% (98,5%) dos casos de tuberculose no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde. A outra premiação foi pela testagem do HIV em mais de 60% dos casos novos de tuberculose. No Paraná, em 2011, 79% dos casos foram testados. “Apesar do reconhecimento, sabemos que os números devem ser melhorados. Precisamos do empenho das equipes das unidades de atenção primária à saúde para a investigação dos sintomáticos respiratórios e o diagnóstico precoce da doença”, afirma a coordenadora do programa de Controle da Tuberculose, Betina Gabardo. Ela destaca que é fundamental a parceria com a coordenação do Programa de Controle das DSTs/Aids para a implementação do tratamento da infecção latente da tuberculose no paciente HIV positivo. “Somente assim reduziremos as taxas de letalidade”, disse. MUNICÍPIOS – No indicador que levou em conta a proporção de encerramento de novos casos de tuberculose no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) em 2010, também foram premiadas as cidades de Almirante Tamandaré, Foz do Iguaçu, Londrina, Paranaguá, Pinhais e Curitiba.  Os municípios de Almirante Tamandaré, Londrina, Pinhais, Piraquara, Paranaguá e Curitiba também foram reconhecidos individualmente pelo indicador que leva em conta a proporção de novos casos de tuberculose testados para o HIV em 2011. Nos casos de retratamento o recomendado é acima de 60%. Em 2011, Londrina, Paranaguá, Pinhais e Curitiba ultrapassaram esse percentual e foram agraciados com prêmio.