Geral

Advogado tenta desbloquear bens de Marco Cito

Da Redação ·
 Marco Cito foi preso em 24 de abril pelo Gaeco, acusado de oferecer propina a um vereador
fonte: O Diário
Marco Cito foi preso em 24 de abril pelo Gaeco, acusado de oferecer propina a um vereador
continua após publicidade
O ex-secretário de Gestão Pública de Londrina, Marco Cito, porderá ter seus bens desbloqueados. O advogado Demétrius Coelho, que cuida do caso do ex-secretário, entrará com um pedido junto ao Tribunal de Justiça (TJ) para reverter a situação de seu cliente. Ele alega que a família de Cito, preso há 37 dias, precisa de recursos financeiros para se manter. Marco Cito foi preso em 24 de abril pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), acusado de oferecer propina a um vereador. Na mesma época, todos os seus bens foram bloqueados. A indisponibilidade do patrimônio foi autorizada pelo juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública, Marcos José Vieira, responsável também pelo bloqueio de bens da ex-secretária municipal de Educação, Karin Sabec Viana, e de quatro empresas.