Geral

Desempregados ganham programa de cursos técnicos no PR

Da Redação ·
 Programa de cursos técnicos para desempregados é lançado no PR
fonte: AEN
Programa de cursos técnicos para desempregados é lançado no PR
continua após publicidade
O secretário estadual do Trabalho, Emprego e Economia Solidária e presidente do Fórum Nacional de Secretarias do Trabalho (Fonset), Luiz Claudio Romanelli, lançou quinta-feira (10) o projeto-piloto para capacitar trabalhadores. Podem participar quem recorreu ao seguro-desemprego pelo menos três vezes, em 10 anos. 
 
A partir de segunda-feira (14), o programa estará funcionando na Agência do Trabalhador no centro de Curitiba. A implantação será gradativa para região metropolitana e outras cidades do Estado. Quando o trabalhador der entrada no seguro-desemprego, o sistema indicará se ele preenche os requisitos para participar do programa. 
 
O atendente indicará os cursos disponíveis, que são oferecidos, principalmente pelo Sistema S e Instituto Federal, e encaminhará o trabalhador para o treinamento na mesma profissão ou em nova ocupação. De acordo com o caso, o atendente poderá indicar uma oficina, na própria Agência do Trabalhador, antes do curso de 160 horas, previsto no Pronatec. 
 
Um dos casos atendidos pela agência reflete a dificuldade enfrentada, muitas vezes por profissionais qualificados. Um torneiro mecânico, que trabalhou por 25 anos na mesma empresa, foi demitido porque não sabia operar os novos tornos eletromecânicos. Como os equipamentos informatizados tomaram conta das grandes empresas, ele teve dificuldade em conseguir nova colocação no mercado de trabalho. A solução foi fazer um curso de reciclagem e capacitação para que sua experiência fosse valorizada. 
 
OFERTA – O projeto faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que pretende expandir a oferta de cursos técnicos gratuitos de nível médio e de formação inicial e continuada de trabalhadores. O Pronatec foi criado em outubro do ano passado e prevê programas, projetos e ações de assistência técnica e financeira, que oferecerão 8 milhões de vagas para qualificação profissional, nos próximos quatro anos. 
 
Para o secretário Romanelli, o Pronatec contará com esforços de todas as esferas de governo. “Fizemos boas parcerias que vão garantir a consolidação desse projeto abrindo novas oportunidades aos trabalhadores que buscam qualificação profissional para melhorar sua condição de vida”, destacou Romanelli. Estão envolvidos os ministérios do Trabalho e da Educação, Sistema S e o Instituto Federal do Paraná. 
 
O lançamento foi feito no estúdio de televisão do campus de Ensino à Distância do Instituto Federal, com transmissão via satélite para as telessalas das unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine), no Paraná e para os institutos federais de todos os estados. As explicações foram dadas pelos coordenadores nacionais do Pronatec/MEC e do Seguro Desemprego/MTE, Nilva Schroeder e Márcio Borges, aos agentes do seguro-desemprego.